Love is enough.

Ask me anything   Submit   Hoje eu acordei mais cedo e fiquei te olhando dormir . Imaginei algum suposto medo para que logo então , pudesse te cobrir . Tenho cuidado de você todo esse tempo . Você está sobre meu abraço e a minha proteção . Tenho visto você errar e crescer , amar e voar , você sabe onde pousar . Ao acordar já terei partido , ficarei de longe escondido .. Mas sempre de perto , de certo , como se eu fosse um humano vivo . Vivendo pra te cuidar , te proteger , sem vc me ver , sem saber quem eu sou ... se sou seu anjo ou sou seu amor ...

"Digo que não me importo e você acredita. E eu não sei se dou risada ou choro, se falo a verdade ou conservo a mentira, se te espero ou te deixo ir."
Allax Garcia.  (via delator)

(Source: allaxg, via our-philosophy)

— 1 day ago with 36804 notes
"Não importa, eu vou te buscar do outro lado do muro, do outro lado do mundo. Toda distância é miníma perto da minha vontade de te encontrar."
Caio Augusto Leite  (via re-ecanto)

(Source: ventodemaio, via re-ecanto)

— 1 day ago with 43564 notes
"Vem sempre que puder, que quiser, que precisar. Vem que eu te escuto, te protejo, te cuido, te mimo, te amo."
Caio Fernando Abreu  (via re-ecanto)

(Source: relatada, via re-ecanto)

— 1 day ago with 47200 notes
"Acho tão bonito casais que duram. Não importa o tempo, o que vale é a intensidade. Querer estar junto vale muito mais do que estar junto há 20 e tantos anos só por comodidade. Sei que estou falando obviedades, mas hoje vi um casal de velhinhos na rua. Acho que o amor, quando é amor, tem lá suas dores bonitas. A gente vê uma cena e o coração fica emocionado. Nos dias de hoje, com tanta tecnologia, com tanta correria, com tanta falta de tempo, com tanto olho no próprio umbigo e nos próprios problemas, com tanta disputa pelo poder, pelo dinheiro, por ter mais e mais, sei lá, acho bonito ver um casal de velhinhos na rua. A mão, enrugadinha, segura a outra mão. A outra mão, por sua vez, segura uma bengala. Falta equilíbrio, sobra experiência. Falta a juventudade, sobra história para contar. Falta uma pele lisa, sobram marcas de expressão que contam segredos. Envelhecer não é feio. Em tempos de botox, a gente devia olhar um pouco para dentro. De si. Do outro. Do amor."
Clarissa Corrêa. (via auroriar)

(via auroriar)

— 1 day ago with 60137 notes
"Você já sorriu hoje?"
Desconhecido.   (via hostilizei)

(Source: retificado, via hostilizei)

— 6 days ago with 4251 notes